Acompanhe as notícias do nosso portal

Estresse é um dos fatores que mais causa afastamento e falta

16/08/2016


O estresse é o terceiro motivo que mais provoca afastamento do trabalho por mais de 15 dias atualmente. Segundo a Previdência Social, no ranking de doenças que mais afastam os trabalhadores das atividades, o problema só perde para traumas provocados por acidentes e pelas Dorts, doenças por esforço repetitivo.

O assunto foi tema do quadro "Sua Chance", da EPTV, afiliada da TV Globo, segunda-feira (8).

De acordo com a Previdência, a estimativa é que até 2020 o estresse passe a ser o primeiro motivo para as faltas e afastamentos. Segundo a especialista em segurança no trabalho Márcia Ramazzini, a tendência não tem nenhuma relação com o momento econômico e os países de primeiro mundo gastam bilhões para tentar resolver o problema.
O empresário do setor de móveis José Schneider, passou pela experiência de ter um de seus funcionários afastados por causa do estresse. "A partir do momento que surgia uma oportunidade para ele fazer o serviço que ele gostava, ele fugia do serviço de montagem de móveis", conta Schneider sobre o comportamento do empregado.

Alternativas e soluções

Para resolver o problema e não prejudicar as entregas, o empresário montou um programa de incentivo e metas e observou que as faltas começaram a reduzir.
Procurar uma forma para diminuir o estresse do funcionário no dia-a-dia, também foi a maneira encontrada por uma outra empresa para solucionar o problema.
O empregador passou a investir no relaxamento dos empregados por meio de atividades recreativas no momento e da maneira que este desejam.

"Ter um espaço assim faz com que as pessoas tenham uma válvula de escape e que realmente possam aproveitar o ambiente em que eles passam a maior parte do seu tempo", explica a coordenadora de recursos humanos, Patrícia Delsoto.
Além de evitar o estresse, esse tipo de iniciativa também contribui para aumentar a produtividade durante o trabalho. O funcionário Fábio Costa aprovou a ideia. "Pelo menos a empresa dá o espaço para a gente descomprimir", finaliza ele.

Fonte: Anamt



Fundacentro -Clipping de noticias Semanal – De 8 a 12 de agosto

13/08/2016


Fundacentro -Clipping de noticias Semanal – De 8 a 12 de agosto

Fundacentro -Clipping de noticias Semanal – De 8 a 12 de agosto



Sistema SESMT - Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho

07/08/2016


A Norma Regulamentadora nº 4 – Serviços Especializados em Segurança e em Medicina do Trabalho – SESMT prevê em seu item 4.1 que as empresas devem, obrigatoriamente, manter os SESMT com a finalidade de promover a saúde e proteger a integridade do trabalhador no local de trabalho, sendo que o dimensionamento do serviço vincula-se a gradação de risco da atividade principal da empresa e ao número total de empregados do estabelecimento, devendo ser observado o quadro II da NR-4 que estabelece quais e quantos profissionais (Médico do Trabalho, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Técnico de Segurança do Trabalho, Enfermeiro do Trabalho e Auxiliar ou Técnico em Enfermagem do Trabalho) deverão compor o serviço.

A NR4 vai além e determina, por meio do item 4.17, que os Serviços Especializados em Segurança e em Medicina do Trabalho – SESMT devem ser registrados nos órgãos regionais do Ministério do Trabalho.

Desse modo, com o intuito de: facilitar o cumprimento da obrigação prevista na NR-4, agilizando o contato entre as empresas e o Ministério do Trabalho; tornar mais célere o processo de registro dos SESMT, permitindo inclusive atualização dos dados on-line, de forma que o declarado reflita a realidade dos SESMT; e verificar os requisitos da NR-04 antes da efetiva declaração do SESMT; o Ministério do Trabalho desenvolveu o Sistema SESMT.

Sistema SESMT - Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho



Fundacentro -Clipping de noticias Semanal – De 1 a 5 de agosto

07/08/2016


Fundacentro -Clipping de noticias Semanal – De 1 a 5 de agosto

Fundacentro -Clipping de noticias Semanal – De 1 a 5 de agosto



Fundacentro -Clipping de noticias Semanal – De 25 a 29 de julho

30/07/2016


Clipping de noticias Semanal – De 25 a 29 de julho

Clipping de noticias Semanal – De 25 a 29 de julho



Cartilha de Segurança e saúde nos transportes: orientação para o caminhoneiro.

27/07/2016


Fundacentro lança cartilha de Segurança e saúde nos transportes: orientação para o caminhoneiro.
Esta é uma atualização dos materiais sobre caminhoneiros elaborados pela Fundacentro. Além de atualizar temas e questões relacionados à segurança e à saúde dos caminhoneiros, são abordados tópicos da Lei nº 13.103, publicada em 02 de março de 2015, que revogou a Lei nº 12.619/2012 e, com a nova redação, regulamentou a profissão de motorista de transporte de cargas e de passageiros. Esta lei trata, entre outros temas: da descrição dos direitos e dos deveres dos motoristas profissionais; do “tempo de direção”; da jornada diária de trabalho com pausas; entre outros assuntos.

Cartilha de Segurança e saúde nos transportes: orientação para o caminhoneiro.



SP exigirá exame toxicológico para habilitação C, D e E

27/07/2016


A partir de agora, quem vai renovar ou obter CNH (Carteira Nacional de Habilitação) das categorias C, D e E precisa fazer exame toxicológico. A medida adotada no estado de São Paulo tinha sido suspensa após uma liminar da Justiça que autorizava o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) a não condicionar a emissão da habilitação C, D ou E à aprovação no teste.

Apesar de ser contrário à medida, o Detran.SP terá de cumprir a determinação judicial. Agora, o condutor precisa cumprir a exigência porque o sistema federal de habilitação vai impedir a emissão de CNHs dessas categorias se não constar a aprovação no exame toxicológico.

"Não existe comprovação da eficácia do exame toxicológico dentro do processo de habilitação, como foi imposto pela atual legislação federal. Por isso, o Detran.SP, diversas entidades médicas e muitos profissionais não são favoráveis a essa medida. Seria mais efetivo realizar um exame na própria via, por exemplo, o que comprovaria se o condutor realmente dirige sob efeito de drogas", ressalta Maxwell Vieira, diretor de Habilitação do Detran.SP.

A nova regra vai implicar em mais custos para o cidadão e prazo maior para obter a CNH, já que o resultado do teste demora, em média, 15 dias úteis. Além disso, o motorista pode imprudentemente utilizar drogas depois de conseguir ser aprovado e continuar ao volante. "Desta forma, a medida pode onerar o condutor e não obter o efeito positivo que se pretende. Reduzir acidentes e, consequentemente, aumentar a segurança no trânsito depende de ações mais efetivas."

Atualmente, existem quase 5,2 milhões de CNHs registradas nas categorias C, D e E no estado de São Paulo, que permitem conduzir caminhão, ônibus e carreta, respectivamente.

Como funciona?

O teste é feito mediante a coleta de cabelo, pelo ou unhas com o objetivo de detectar o consumo de substâncias psicoativas que comprometam a capacidade de direção. O resultado precisa dar negativo para os três meses anteriores ao teste, pois a janela de detecção é de 90 dias.

Com o laudo do resultado em mãos, o condutor poderá agendar a ida ao Detran.SP e seguir o procedimento padrão para renovar a CNH ou mudar para a categoria pretendida. Esse laudo deverá ser apresentado no momento do comparecimento ao posto do Detran.SP e ao médico credenciado para avaliar os candidatos à habilitação.

O passo a passo para saber como renovar ou mudar a categoria está disponível no portal www.detran.sp.gov.br, na área "CNH-Habilitação".

Fonte: Anamt



Operação em hospitais gaúchos busca adequação em SST

26/07/2016


Porto Alegre/RS - Começou, às 8h desta terça-feira (19/7), a primeira operação da "Força-Tarefa de Adequação das Condições de Saúde e Segurança no Trabalho em Hospitais". O alvo é o Hospital Mãe de Deus (HMD), que tem como entidade mantenedora a Associação Educadora São Carlos (AESC). O HMD está localizado na rua José de Alencar, 286, bairro Menino Deus, em Porto Alegre. O grupamento operacional é coordenado pelo Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul (MPT-RS). O objetivo é investigar as condições de saúde e de segurança dos trabalhadores, em todos os postos de trabalho, à semelhança do que é feito nos frigoríficos, desde janeiro de 2014. Os principais problemas enfrentados no setor são doenças de coluna pelo esforço de movimentar pacientes, acidentes com perfurocortantes e contaminação biológica. A inspeção deverá se estender até a próxima sexta-feira (22/7). A partir de agora, outras operações serão realizadas em outros hospitais no Rio Grande do Sul.

O site da empresa informa que o Sistema de Saúde Mãe de Deus foi fundado em 1979. Atualmente, possui duas unidades hospitalares na Capital: o Hospital Mãe de Deus e o Hospital Giovanni Battista. O SSMD congrega outras sete unidades hospitalares no Interior. O HMD conta com área de aproximadamente 40 mil m² construídos e equipe médica e assistencial formada por mais de 4 mil médicos credenciados. Possui Emergência, Hospital Dia (preparado para procedimentos ambulatoriais), Centro de Terapia Intensiva CTI), Centro de Diálise, Maternidade, CTI Neonatal, Centro Obstétrico, Bloco Cirúrgico, Banco de Sangue e mais de 370 leitos de internação. Os registros do HMD apontam 2.500 funcionários.


Integrantes

A operação tem apoio técnico da Fundação Jorge Duprat Figueiredo, de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro), vinculada ao Ministério do Trabalho (MT), de Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerests), vinculados ao Ministério da Saúde, e de Coordenadorias Regionais de Saúde (CRSs), além do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Rio Grande do Sul (CREA-RS). O movimento sindical dos trabalhadores também participa com o Sindicato dos Profissionais de Enfermagem, Técnicos, Duchistas, Massagistas e Empregados em Hospitais e Casas de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul (Sindisaúde-RS). Relatórios dos parceiros instruirão inquéritos civis (ICs) instaurados no MPT em Porto Alegre.

Fonte: Revista Proteção





Informe abaixo seu email e receba nossas novidades

Todos os direitos reservados - 2016