Artigos

O Papel da Ergonomia para Melhoria da Qualidade e Produtividade

21/03/2016


As empresas que tem como meta tornarem-se competitivas para sobreviver no mercado globalizado, devem utilizar a Ergonomia como ferramenta para estabelecer estratégias para otimizar as condições de trabalho e diminuir as influências nocivas a saúde física, psicológica e cognitiva dos funcionários/colaboradores, e proporcionar meios para que estes possam ser criativos e participativos em suas organizações. A adequação ergonômica na empresa, é uma necessidade do ponto de vista social, pois leva em consideração a saúde física, psicológica e cognitiva do trabalhador, portanto de interesse dos governos, e também do ponto de vista econômico, pois possibilitara ganhos meios de qualidade e produtividade da empresa e dos empresários. Com a atual OHSAS - ISO 18.000 que trata da Saúde Ocupacional, exige das empresas um amplo programa de melhorias de condições de trabalho e de qualidade de vida no trabalho, especialmente o cumprimento das NR 9 - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais, NR 7 - Programa de Controle Medico da Saúde Ocupacional e da NR-17 de Ergonomia. A Ergonomia com seu conceito holístico e multidisciplinar é utilizada para suprir esta nova demanda, onde a adequação ergonômica das condições de trabalho é de importância vital. Salientando ainda que a aplicação da Ergonomia na empresa vem contribuir para a redução do novo SAT - Seguro do Acidente doTrabalho, que é determinado pelo FAP - Fator Acidentário da Previdência. Desta forma, a tecnologia ergonômica deverá proporcionar uma contribuição importante aos governos e as empresas para harmonizar a relação capital X trabalho, e também, um item de vital importância para a melhoria da qualidade e da competitividade das empresas no mundo globalizado.

O Papel da Ergonomia para Melhoria da Qualidade e Produtividade



Informe abaixo seu email e receba nossas novidades

Todos os direitos reservados - 2016